Folclore aqui são todos os dias. É tradição

A Escola João Paulo I acredita na importância de manter viva essa cultura.

Os cheiros, os gostos, os sons e as cores da cultura popular ficaram ainda mais fortes na escola, nesta sexta, 22. A Educação Infantil viveu momentos inesquecíveis de aproximação com crendices e costumes, tão marcantes e lembrados, de forma mais evidente, nesta data escolhida para a comemoração do Folclore.

Pelos corredores da escola todos podiam apreciar trabalhos artesanais, saborear comidas típicas e participar de várias atividades pedagógicas para a ocasião. Os alunos dos grupos 02 e 03 prepararam uma exposição sobre o Folclore em Nossa Região e receberam visitas de toda a comunidade escolar. Suas fantasias de Saci, Emília e Visconde de Sabugosa foram um show à parte. A turma do grupo 04 caprichou no lançamento do projeto Sambalalê – A História do Samba no Meu País. O convidado especial que marcou essa abertura foi o percussionista feirense, Zé das Congas. O músico é responsável por um projeto social na Rua Nova, bairro de Feira de Santana onde nasceu e foi criado. É também reconhecido internacionalmente, sobretudo, pela sua capacidade de tirar som dos mais inusitados materiais, desde o próprio corpo até objetos cujo destino seria o lixo.

E quando se pensou que as comemorações estavam no fim, veio a criançada do grupo 05 e 1º ano fazendo suas apresentações de dança junina. Isso é folclore: saberes que contemplam expressões, crenças, lendas e costumes dos grupos humanos, desde que sejam de domínio e prática coletiva, que tenham sido transmitidos através do convívio social e sobreviva ao longo de um período histórico até os dias atuais. Crianças e adultos, visitantes e colaboradores, professores e diretores, aqui todo mundo aprende e leva para o repertório individual lembranças para a vida inteira.

Invalid Displayed Gallery

Habilidades

Postado em

27 de agosto de 2014

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *